Pular para o conteúdo

Remédio para Celulite, funciona mesmo? É seguro usar?

    Embora já tenha escrito no texto “Celulite e alimentação” sobre como o que comemos influi na proliferação da celulite, nem todas conseguem manter uma disciplina dietética e procuram incessantemente por um remédio para celulite.

    Como a procura continuará independentemente do que se diga a respeito, ache melhor pesquisar algo sobre o assunto e informar o que existe de seguro e confiável no comércio de remédio para celulite.

    Antes, um aviso sobre remédio para celulite

    remedio para celulite

    Existe um grande comércio em volta da busca de uma pele sem a temida celulite, e a venda de cremes, remédios, pílulas e demais produtos que prometem combater e até mesmo acabar com a celulite é amplamente estimulada por esse desejo.

    Por mais tentador que seja a busca pela solução em um potinho de creme ou remédio para celulite em gotas ou cápsulas, não existem produtos milagrosos. Todo e qualquer tratamento anti-celulite precisa passar pelo crivo de um dermatologista.

    Remédio para celulite: o que existe de fato

    A celulite, não custa nada lembrar, é um problema multifatorial, que envolve a genética do indivíduo e os hábitos alimentares e de saúde como um todo.

    Por isso, os tratamentos que serão mencionados são apenas para efeito de informação, não se propondo a ser o definitivo remédio para celulite. Vamos a eles.

    • Mesoterapia – consiste na aplicação de medicamentos contra a celulite por meio de injeções localizadas na pele.
    • Eletrolipoforese – o paciente é submetido a sessões de colocação de placas metálicas contendo eletrodos que injetarão uma corrente elétrica suave nos pontos onde a celulite se localiza.
    • Hidrolipoclasia – inoculação de soro fisiológico hipotônico (com baixa quantidade de cloreto de sódio), seguida de uma sessão de ultrassonografia. O soro incha a pele e o ultrassom rompe o inchaço.
    • Drenagem linfática – o tratamento que elimina o excesso de líquido da linfa também é coadjuvante no combate à celulite.
    • Microdermoabrasão ou “peeling de cristal” – jatos de microcristasis de óxido de alumínio são colocados na pele através de um aparelho que os coloca sob alta pressão e depois suga tanto os cristais quanto a pele extraída.
    • Endermologia – uma espécie de aparelho de massagem que suga a pele excedente. Além da celulite, promete eliminar pequenas porções de gordura localizada.

    Todos os procedimentos citados acima são procedimentos cirúrgicos e devem ser feitos por dermatologistas. Nesses casos, o uso de cremes e géis anticelulite são indicados como auxiliares pelos especialistas.

    Para ter melhores resultados, vale a pena passar com um médico especialista, para analisar de perto cada caso. Se precisar de uma ambulância para eventos, acesse o link para saber mais!

    Até a próxima!