Pular para o conteúdo

Decoração e arquitetura intimista para salas e quartos

    Iluminação e texturas são fundamentais para deixar qualquer ambiente mais aconchegante.

    A nossa casa é um dos lugares que mais remetem a sentimentos e sensações como segurança, conforto e tranquilidade. Isso porque é lá que passamos grande parte de nossas vidas, seja para dormir, comer, relaxar, etc. E quando se trata de aconchego, os dois lugares centrais são o quarto e a sala.

    A sensação de um ambiente intimista, porém, exige mudanças nesses cômodos, o que afeta aspectos como texturas, cores, pinturas, revestimentos, iluminação, entre outros. Isso implica tanto em reorganizar os espaços como também adquirir algumas peças e, se forem itens para casa com desconto, melhor ainda.

    Hoje você vai entender melhor como dar um toque intimista no quarto e na sala, deixando-os muito mais acolhedores para o seu descanso e relaxamento, mas também para receber amigos e familiares (no caso da sala).

    Tornando o seu espaço mais intimista

    decoracao arquitetura

    Um dos aspectos mais importantes quando se trata de alterar determinado espaço é a clareza quanto a seu tipo de uso, da personalidade e dos gostos de quem ali vai frequentar (ou morar). O mesmo se aplica quando estamos tratando de uma mudança em um ambiente como o quarto e a sala de estar.

    No caso da criação de um ambiente intimista é preciso entender que alguns fatores são importantes para manter qualquer espaço com um ar mais íntimo e aconchegante.

    A escolha da iluminação, por exemplo, é um dos principais fatores. Enquanto a luz branca remete à atenção, sendo usada em cômodos como escritório e cozinha, a luz amarelada traz um ar de relaxamento e, portanto, deve ser usada em lugares onde se busca maior relaxamento e conforto visual.

    Ainda no que diz respeito à iluminação, o uso de luzes indiretas também é uma escolha super acertada, bem como o uso de dimmer para lâmpada, diminuindo ou aumentando a intensidade da luz de acordo com o momento.

    As cores usadas também são essenciais para criar uma maior sensação de bem-estar. Tons terrosos e pastéis, cores como bege, azul-marinho e vermelho são algumas opções que podem ser usadas na decoração, lembrando sempre de um certo equilíbrio para não deixar o ambiente visualmente cansativo.

    Não podemos esquecer de mencionar o uso de texturas que remetem a sentimentos intimistas. Para tanto, o ideal é pensar em tudo aquilo que é confortável ao nosso tato. Um chão de taco ou assoalho de madeira é mais confortável de pisar, em se tratando da temperatura, do que o porcelanato, por exemplo.

    Peças de tecidos aveludados, felpudos e com linho também fazem muita diferença no quesito conforto tátil, oferecendo, consequentemente, uma maior sensação de intimismo. Nas paredes, vale a pena usar tons como os já mencionados ou optar por papéis de parede nesses tons, independentemente dos desenhos e padronagens.

    Almofadas

    Seja no quarto ou na sala, as almofadas são objetos que trazem um quê a mais de conforto e, por isso mesmo, são super indicadas em ambientes intimistas. Na sala, vale a pena dispor algumas sobre o sofá ou tapete, enquanto no quarto elas ficam super bonitas quando colocadas sobre a cama.

    Cortinas

    Além de diminuírem a incidência direta da luz, as cortinas também ajudam a tornar a sala de estar ou quarto em cômodos mais intimistas. Para tanto, pode-se escolher tecidos leves ou mais clássicos. No caso do quarto, é interessante investir em modelos blackout.

    Tapete

    O tapete é uma peça que pode aparecer em diferentes modelos no quarto e na sala. O interessante é pensar no modelo que mais harmonize com o ambiente, móveis e decoração, seja ele redondo, quadrado, retangular, felpudo ou estilo persa. Você pode usá-lo com peça única ou, ainda, fazer sobreposições.